Catequese do Papa Francisco – 10/04/2019

Por: noticias.cancaonova.com

CATEQUESE DO PAPA FRANCISCO
Praça São Pedro – Vaticano
Quarta-feira, 10 de abril de 2019

Boletim da Santa Sé
Tradução: Jéssica Marçal (Canção Nova)

Queridos irmãos e irmãs, bom dia! O dia não está tão bonito, mas bom dia assim mesmo!

Depois de ter pedido a Deus o pão de cada dia, a oração do “Pai Nosso” entra no campo das nossas relações com os outros. E Jesus nos ensina a pedir ao Pai: “Perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido” (Mt 6, 12). Com precisamos do pão, assim precisamos do perdão. E isso, todos os dias.

O cristão que reza pede antes de tudo a Deus que sejam perdoadas as suas ofensas, isso é, os seus pecados, as coisas ruins que fez. Esta é a primeira verdade de toda oração: ainda que fôssemos pessoas perfeitas, fôssemos santos cristalinos que nunca se desviam de uma vida de bem, permanecemos sempre filhos que ao Pai devem tudo. A atitude mais perigosa de toda vida cristã qual é? É o orgulho. É a atitude de quem se coloca diante de Deus pensando ter sempre em ordem as contas com Ele: o orgulhoso acredita que tem tudo no seu lugar. Como aquele fariseu da parábola, que no templo pensa rezar mas na realidade louva a si mesmo diante de Deus: “Agradeço-te, Senhor, porque não sou como os outros”. E as pessoas que se sentem perfeitas, as pessoas que criticam os outros, são pessoas orgulhosas. Nenhum de nós é perfeito, ninguém. Ao contrário, o publicano, que estava atrás, no templo, um pecador desprezado por todos, para no limiar do templo e não se sente digno de entrar, confia-se à misericórdia de Deus. E Jesus comenta: “Este voltou para casa justificado, e não o outro” (Lc 18, 14), isso é, perdoado, salvo. Por que? Porque não era orgulhoso, porque reconhecia os seus limites e pecados.

Há pecados que são vistos e pecados que não são vistos. Há pecados evidentes que fazem rumor, mas há também pecados ocultos, que se escondem no coração sem que percebamos. O pior desses é a soberba que pode contagiar também as pessoas que vivem uma vida religiosa intensa. Havia uma vez um convento de religiosas, nos anos 1600-1700, famoso, no tempo do jansenismo: eram perfeitas e se dizia delas que eram puríssimas como os anjos, mas soberbas como os demônios. É algo feio. O pecado divide a fraternidade, o pecado nos faz presumir sermos melhores que os outros, o pecado nos faz acreditar que somos semelhantes a Deus.

E em vez disso, diante de Deus somos todos pecadores e temos motivo para bater no peito – todos! – como aquele publicano no templo. São João, na sua primeira Carta, escreve: “Se dizemos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós” ( 1 Jo 1, 8). Se você quer enganar a si mesmo, diga que não tem pecado: assim está se enganando.

Somos todos devedores antes de tudo porque nessa vida recebemos tanto: a existência, um pai e uma mãe, a amizade, as maravilhas da criação… Mesmo que todos passem por dias difíceis, devemos sempre nos lembrar que a vida é uma graça, é o milagre que Deus extraiu do nada.

Em segundo lugar, somos devedores porque, mesmo se conseguimos amar, ninguém de nós é capaz de fazê-lo só com as suas forças. O amor verdadeiro é quando podemos amar, mas com a graça de Deus. Ninguém de nós brilha com luz própria. Há aquilo que os teólogos antigos chamavam um “mysterium lunae” não somente na identidade da Igreja, mas também na história de cada um de nós. O que significa este “mysterium lunae”? Que é como a lua, que não tem luz própria: reflete a luz do sol. Também nós, não temos luz própria: a luz que temos é um reflexo da graça de Deus, da luz de Deus. Se amas é porque alguém, fora de você, sorriu para você quando era uma criança, ensinando-te a responder com um sorriso. Se amas é porque alguém próximo a você te despertou para o amor, fazendo-te compreender como nisso reside o sentido da existência.

Vamos tentar ouvir a história de qualquer pessoa que errou: um preso, um condenado, um drogado…conhecemos tanta gente que erra na vida. Salvo a responsabilidade, que é sempre pessoal, pergunte-se alguma vez quem deve ser culpado pelos seus erros, se somente a sua consciência, ou a história de ódio e de abandono que alguém carrega consigo.

E este é o mistério da lua: amamos antes de tudo porque fomos amados, perdoamos porque fomos perdoados. E se alguém não foi iluminado pela luz do sol, torna-se frio como o terreno de inverno.

Como não reconhecer, na cadeia de amor que nos precede, também a presença providente do amor de Deus? Ninguém de nós ama Deus quanto Ele nos amou. Basta colocar-se diante de um crucifixo para entender a desproporção: Ele nos amou e sempre nos ama primeiro.

Rezemos, então: Senhor, mesmo o mais santo em meio a nós não cessa de ser teu devedor. Ó Pai, tende piedade de todos nós!

O post Catequese do Papa Francisco – 10/04/2019 apareceu primeiro em Notícias.

Termina novo ciclo de reuniões do Papa com cardeais conselheiros

Por: noticias.cancaonova.com

Esboço da nova Constituição Apostólica deve agora ser submetido a observações e sugestões

Da Redação, com Boletim da Santa Sé

Terminou nesta quarta-feira, 10, mais um ciclo de reuniões do Conselho de Cardeais com o Papa Francisco. Eles auxiliam o Santo Padre no governo da Igreja e na reforma da Cúria Romana. O diretor interino da Sala de Imprensa da Santa Sé, Alessandro Gisotti, apresentou à imprensa um resumo dos trabalhos.

Durante a reunião foi abordado o procedimento de consulta sobre a nova Constituição Apostólica, cujo título provisório é Praedicate Evangelium. O esboço, aprovado pelo Conselho de Cardeais, será agora enviado aos presidentes das conferências episcopais, aos sínodos das Igrejas Orientais, aos órgãos da Cúria Romana, às conferências dos superiores e superioras maiores e a algumas universidades pontifícias, para enviarem observações e sugestões.

Outros temas abordados foram a orientação missionária que a Cúria é chamada a assumir à luz da nova Constituição Apostólica, o compromisso de fortalecer o processo de sinodalidade na Igreja em todos os níveis e a necessidade de uma maior presença das mulheres em papéis de liderança nos organismos da Santa Sé.

Na terça-feira, 9, o Cardeal O’Malley apresentou ao Papa e ao Conselho os trabalhos da Plenária da Pontifícia Comissão para a Proteção dos Menores, realizada na semana passada. Ele agradeceu ao Santo Padre pelo encontro no Vaticano sobre “A proteção dos menores na Igreja”, em fevereiro passado, e a recente publicação das normas para o Estado da Cidade do Vaticano que reforçam o empenho da Igreja contra toda forma de abuso sobre menores e adultos vulneráveis.

Estiveram presentes os cardeais Pietro Parolin, Óscar Andrés Rodríguez Maradiaga, S.D.B., Reinhard Marx, Seán Patrick O’Malley, O.F.M., Giuseppe Bertello e Oswald Gracias. Também participaram o secretário do Conselho, Dom Marcello Semeraro, e o secretário adjunto, Dom Marco Mellino.

A próxima reunião do Conselho será nos dias 25, 26 e 27 de junho de 2019.

 

O post Termina novo ciclo de reuniões do Papa com cardeais conselheiros apareceu primeiro em Notícias.

Rio tem pontos de recebimento de doações para afetados pelas chuvas

Por: noticias.cancaonova.com

Além da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, a Igreja local se mobilizou no acolhimento das vítimas e recebimento de doações

Da redação, com Agências

Chuvas no Rio que começou na segunda-feira, 8, deixou 10 vítimas./ Foto: Reprodução Reuters

Pessoas interessadas em ajudar famílias afetadas pela chuva forte que cai desde a última segunda-feira, 8, no Rio de Janeiro, podem fazer doações em dois pontos organizados pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSDH).

As doações mais necessárias, segundo a secretaria, são cestas básicas, colchões e colchonetes, água potável, roupas, fraldas, absorventes, papel higiênico e produtos de limpeza.

As entregas podem ser feitas nos seguintes locais:

– Fundação para a Infância e Adolescência (FIA), na Rua Voluntários da Pátria 120, em Botafogo
– Sede do Rio Solidário, na Travessa Euricles de Matos 17, em Laranjeiras

A secretaria também disponibilizou um endereço de e-mail para contato, o doacoes.sedsdh@gmail.com. Segundo o órgão, o canal pode ser usada para obter mais informações ou pedir para que as doações sejam buscadas.

Arquidiocese do Rio

O arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta, juntamente com o vigário episcopal para a Caridade Social, monsenhor Manuel Manangão, fez um pronunciamento na manhã de ontem, afirmando que a Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro se solidariza com as vítimas das fortes chuvas que ceifaram vidas e deixaram um rastro dramático de destruição em todas as regiões da cidade, em especial, nos bairros das zonas Sul e Oeste.

Dom Orani destacou ainda a atuação de muitos sacerdotes e fiéis da Arquidiocese do Rio, que desde a noite desta segunda-feira, dia 8, estão com as portas de suas paróquias abertas acolhendo todos os adultos, crianças e idosos que ficaram ilhados e tiveram que passar a noite fora de suas casas. O arcebispo ressaltou também que muitas igrejas estão acolhendo famílias desabrigadas que moram em áreas de deslizamentos e anunciou o início de uma campanha emergencial de arrecadação de donativos e recursos financeiros, através da Cáritas Arquidiocesana do Rio de Janeiro.

Há diversos pontos de recebimento de doações:

– Capela Santo Antônio, na Avenida Cesário de Melo 3615, em Campo Grande
– Paróquia Nossa Senhora da Conceição, na Praça Dom Romualdo, 11, em Santa Cruz
– Paróquia São Francisco de Assis, na Rua Nestor, 1092, em Santa Cruz
– Paróquia São José, na Av. Borges de Medeiros nº 2735, na Lagoa
– Paróquia São João Batista, na Estrada de Jacarepaguá, 4450, em Rio das Pedras
– Paróquia Santa Sofia, na Praça Sofia Moreira s/n, Cosmos
– Paróquia Jesus Salvador do Mundo, na Rua Pitombeiras 554, em Paciência

A ajuda financeira também pode ser feita através de depósito: Banco Bradesco; conta corrente 48500-4; agência 0814–1, em nome de Cáritas Emergência.

Comunidade Shalom

A Comunidade Católica Shalom, em seus diversos pontos na cidade do Rio, também está recebendo doações. Os endereços das casas de Missão são:

– Rua Bento Lisboa, 112- Catete
– Av. Paula Sousa, 205 – Maracanã
– Capela do Shopping Via Brasil
– R. Omar Bandeira Ramidan Sobrinho, 1 – Recreio
– R. Gen. Olímpio, 205 – Santa Cruz

O post Rio tem pontos de recebimento de doações para afetados pelas chuvas apareceu primeiro em Notícias.

Quanto custa a sua paz interior?

Por: noticiascatolicas.com.br

Hoje, deparei-me com uma passagem bíblica que me pareceu cômica. É a passagem em que Jesus, depois de um tempo fora de sua cidade, volta a Nazaré, onde havia crescido. No sábado, ele ensinou no Templo como de costume, quando as pessoas começaram a duvidar d’Ele, e Jesus soltou: “Um profeta não é admirado em sua pátria”. Aquele povo se enfureceu e levou o Senhor ao topo de um monte com a intenção de jogá-Lo dali. O que Jesus fez? Gastou energia com raiva? Ficou maquinando se vingar? Ou preocupado com sua autoimagem? Não! “Jesus, porém, passando no meio deles, continuou seu caminho”. Simples assim. De “boaça”, na paz interior. Vida que segue!

Jesus sabia qual era o caminho

Ele não estava caminhando como um andarilho, que não sabe para onde vai, que qualquer caminho serve. Ele sabia muito bem onde queria chegar. Havia inteligência, estratégia nas coisas que Ele fazia. Porém, só havia caminho, porque existia meta. E aqui é o ponto mais importante: quando se tem uma meta, as pequenas distrações do caminho não roubam nossa energia nem nossa atenção! Uma pessoa inteligente escolhe por quais causas vale a pena gastar tempo durante o percurso.

Existem pessoas que são ranzinzas consigo e com os outros, e implicam com tudo, mostram-se obcecadas pela lei, exibem uma perfeição vã, uma santidade vazia e autorreferencial. Tem também aquele tipo que coleciona rancores e chateações, que tudo tem de ser do seu jeito, do contrário, não presta! Tudo isso as torna implicantes, julgadoras, maquinadoras, competitivas e petulantes. São pessoas que tem alto consumo de energia e vitalidade; e tudo o que o outro faz de contrário lhe rouba a paz.

Papa Francisco, na Exortação Apostólica Gaudete et Esultate, diz que se olharmos os defeitos e limites do outro com ternura e mansidão, sem nos sentirmos superiores, podemos dar-lhes uma mão e ainda evitamos gastar energia em lamentações inúteis. Podemos aplicar esse olhar de misericórdia também sobre nós, com os nossos limites. Quantas vezes precisamos dar a mão a nós mesmo e nos dizer: vamos tentar mais uma vez?

Nada vale a nossa paz

Não podemos parar em todos os obstáculos que aparecem à nossa frente. Ainda que o nosso obstáculo sejamos nós mesmos ou o outro com seu modo diferente de fazer as coisas, seus defeitos, sua inveja, seu falar mal de nós, seu desejo de nos matar. Nada disso vale a nossa paz.

Veja a atitude de Jesus diante de quem queria jogá-lo ribanceira abaixo: “passando no meio deles, continuou seu caminho”. Às vezes, só precisamos disso, passar, deixar as coisas para trás, não dar valor ao que não merece, parar com as tempestades em copo d’água, pedir perdão, perdoar e nos concentrar no que vale a pena. Naquilo que definimos como meta de vida.

Gente sem meta só empata

Você tem alguma meta de vida? Sem meta empata a própria vida e a vida dos outros. Na exortação aqui já citada, o Papa diz: “Quais são as duas riquezas que não desaparecem? Seguramente duas: o Senhor e o próximo”. Veja que não podemos ser uma riqueza para nós mesmos. Portanto, agora sabemos onde devemos ter a coragem de investir a vida.

Se vivermos assim, nada nos tirará a paz!

Por Rogéria Nair, missionária da Comunidade Canção Nova, via Canção Nova

Frei Damião: O capuchinho que evangelizou o nordeste brasileiro e é agora Venerável

Por: noticiascatolicas.com.br

Entre os sete decretos assinados pelo Papa Francisco que reconhecem as virtudes heroicas de novos Veneráveis está também o de Frei Damião de Bozzano, capuchinho que evangelizou o Nordeste brasileiro e dizia ser apenas um mensageiro de Deus.

Frei Damião nasceu em Bozzano, na Itália, em 5 de novembro de 1898, tendo recebido o nome de Pio Gianotti. Era o segundo dos cinco filhos do casal de camponeses Felice e Maria Giannotti, de sólida formação católica.

Ainda aos 10 anos, após ser crismado, começou a expressar os primeiros sinais de vocação e, aos 13 anos, ingressou no Seminário Seráfico de Camigliano, da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, em 17 de março de 1911.

Aos 17 anos, em julho de 1915, emitiu os primeiros votos e recebeu o nome de Frei Damião de Bozzano. Entretanto, precisou interromper os seus estudos de Filosofia após ser convocado, em setembro de 1918, para o serviço militar na Primeira Guerra Mundial.

Retornou ao Convento ao fim da Guerra e emitiu sua profissão perpétua. Em 1920, foi estudar Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma.

Frei Damião foi ordenado sacerdote em 25 de agosto de 1923, na igreja do antigo Colégio São Lourenço de Bríndisi, em Roma. E, em 1931, foi enviado ao Brasil, onde chegou em 17 de junho, tendo se estabelecido no Convento Nossa Senhora da Penha, em Recife (PE). Após esta chegada, foram 66 anos dedicados às Santas Missões.

As Santas Missões eram vistas como “tempo forte de graça e conversão”, que costumavam durar de segunda-feira a domingo. Durante esta semana missionária, o frade proclamava a Palavra de Deus em uma cidade, por isso, afirmava ser apenas um mensageiro de Deus.

As Santas Missões contavam com sermões, catequeses, encontros específicos com homens, mulheres, jovens, crianças, visitava os doentes, os presos. Além disso, dedicava-se ao sacramento da Reconciliação, atendendo confissões por mais de 12 horas por dia, orientando os corações para Cristo.

Com os anos, adquiriu uma deformação na coluna que o deixou encurvado, provocando dificuldades na fala e na respiração. Além disso, durante muito tempo, sofre de erisipela, devido à má circulação sanguínea.

Em 1990, sofreu uma embolia pulmonar, por isso, a partir de então, diminuiu o ritmo das Santas Missões, passando apenas para os finais de semana. Mas, sua saúde se agravou em 1997, ano em que realizou sua última Santa Missão na cidade de Capoeiras (PE), no mês de fevereiro.

Em 12 de maio de 1997, foi internado no Real Hospital Português, na capital pernambucana, onde foi visto realizando aquele que foi chamada “sua última missão”, rezou o terço com o povo em uma das salas do hospital.

No dia seguinte, 13 de maio, sofreu um derrame cerebral e foi levado para a UTI, vindo a falecer em 31 de maio de 1997, aos 98 anos. Seu corpo foi enterrado na capela de Nossa Senhora das Graças, de quem era devoto, no Convento São Félix, em Recife. paydayloansafe.com

“Somos todos devedores do amor de Deus. Ele jamais deixará de nos amar”

Por: noticiascatolicas.com.br

Nesta chuvosa quarta-feira de primavera, cerca de 15 mil pessoas participaram da audiência geral com o Papa Francisco na Praça São Pedro. Em sua catequese, o Pontífice prosseguiu o ciclo de aprofundamento sobre a oração do Pai nosso.

Depois de pedir ‘o pão nosso de cada dia’, a oração entra no campo das nossas relações com os outros: «Perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido».

Assim como temos necessidade do pão, precisamos do perdão. Todos os dias

Em seguida, o Papa ressaltou que a posição mais perigosa da vida é a do orgulho: a atitude de quem se coloca diante de Deus pensando que as suas contas com Ele estão em ordem”.

O Papa citou o fariseu narrado na parábola de Lucas que, no templo, pensava que estava rezando, quando na verdade estava apenas louvando-se a si mesmo diante de Deus. Por sua vez, o publicano – um pecador desprezado por todos – não se sente digno sequer de entrar no templo, fica ao fundo e confia-se à misericórdia de Deus. Então Jesus comenta: “Este, o publicano, voltou para casa justificado (isto é, perdoado, salvo); e o outro, não”.

“Há pecados que se veem e outros que passam despercebidos aos olhos dos demais e, por vezes, nem nós próprios nos damos conta. O pior destes é a soberba, o orgulho: o pecado que rompe a fraternidade, levando-nos a presumir que somos melhores do que os outros, que nos faz crer que somos iguais a Deus and try to check this rebeca linares ass paradeat yesgirls.”

Diante de Deus, frisou o Papa, somos todos pecadores; e não faltam motivos para batermos no peito, como aquele publicano no templo.

“Somos devedores porque recebemos tanto nesta vida: a existência, um pai e uma mãe, a amizade, as maravilhas da Criação… Embora aconteça com todos de ter dias difíceis, temos sempre que lembrar que a vida é uma graça, é o milagre que Deus tirou do nada”.

Amamos porque fomos amados

E ainda: somos devedores também porque nenhum de nós brilha de luz própria, ninguém é capaz de amar com suas próprias forças. Se amamos, é porque alguém nos sorriu quando éramos pequenos e nos ensinou a responder com o sorriso. Alguém perto de nós nos despertou ao amor. É o mysterium lunae: amamos, antes de tudo, porque fomos amados; perdoamos porque fomos perdoados. E se uma pessoa não foi iluminada pela luz do sol, fica gélida como o terreno no inverno.check this for health tips medication by health thorough fare.

“A verdade – concluiu o Papa – é que ninguém ama tanto a Deus como Ele nos amou a nós. Basta fixar Jesus crucificado para vermos a desproporção: amou-nos primeiro e não deixará jamais de nos amar”.

Via Vatican News

Arquidiocese de Porto Alegre tem novo bispo auxiliar

Por: noticiascatolicas.com.br

O Santo Padre nomeou Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Porto Alegre o Reverendo Darley José KUMMER, do clero da mesma Arquidiocese, até agora pároco da Igreja São Luiz Gongaza em Canoas, atribuindo-lhe a sede episcopal titular de Elvas.

Dom Darley José KUMMER nasceu no dia 12 de maio de 1967 em Roca Sales, na arquidiocese de Porto Alegre, no Estado do Rio Grande do Sul. Completou seus estudos de Filosofia e Teologia no Seminário Maior de Viamão-RS.

Foi ordenado sacerdote a 13 de Janeiro de 1996 e incardinado na Arquidiocese de Porto Alegre, onde ocupou os seguintes cargos: Vigário paroquial de São Vicente de Paulo em Cachoerinha-RS; Conselheiro da Pastoral Vocacional e da Juventude; Vigário paroquial de Santa Terezinha em Porto Alegre; Pároco de Sagrado Coração de Jesus em Alvorada-RS; Pároco do Imaculado Coração de Maria em Esteio-RS; Administrador paroquial de Nossa Senhora das Graças em Esteio-RS. No campo da formação sacerdotal, foi Diretor do Curso Preparatório e Reitor do Seminário Menor de Gravataí.

Atualmente é pároco de São Luiz Gonzaga em Canoas-RS e Vigário Episcopal do Vicariato de Canoas.

Via Vatican News

Santa Madalena de Canossa, fundadora das ‘Filhas da Caridade’

Por: noticiascatolicas.com.br

Santa Madalena de Canossa, pela vida de oração galgou degraus para uma mística profunda

A santa de hoje é fundadora das ‘Filhas da Caridade’, congregação que iniciou em Veneza, Itália. Nasceu em Verona, no ano de 1774 e faleceu com 61 anos. Mas viveu o céu já aqui, acolhendo a salvação e sendo canal dela para muitos. Perdeu cedo seus pais.

Teve seu chamado à vocação religiosa, numa consagração total, mas não foi aceita na primeira tentativa, porém, não parou no primeiro obstáculo. Uma mulher mística. Pela sua vida de oração e seu amor a Jesus Crucificado, galgou degraus para uma mística profunda, sendo muito sensível à dor dos irmãos.

Viveu num tempo difícil, de guerras, precisando refugiar-se em Veneza. Ali, ela discerniu o carisma como fundadora, e na prática – por causa dos órfãos, enfermos e vítimas da guerra – sua caridade era ardente e reconhecida por muitos. Napoleão Bonaparte conhecia seu testemunho e a chamava de ‘anjo da caridade’. Entrou na glória de Deus, porque deixou a glória de Deus a transformar aqui.

Santa Madalena de Canossa, rogai por nós!

Tribunal Superior Eleitoral determina cassação de Pezão e Dornelles

Por: noticias.cancaonova.com

Ex-governador do RJ, Pezão, foi condenado por abuso de poder político e econômico por conceder benefícios financeiros a empresas

Agência Brasil

O ex-governador Luiz Fernando Pezão/ Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Por maioria, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acatou o recurso do Ministério Público Eleitoral (MPE) e determinou a cassação, com a consequente declaração de inelegibilidade, do ex-governador Luiz Fernando de Souza, o Pezão, do Rio de Janeiro, e de seu vice, Francisco Dornelles, por abuso de poder político e conduta vedada praticados nas eleições de 2014.

O TSE confirmou a aplicação da multa de R$ 53.205,00. A pena foi imposta pela prática de abuso de poder político por parte de Pezão e Dornelles, que concederam reajuste e remuneração básica a servidores efetivos, no período vedado pela legislação eleitoral.

O julgamento desta terça-feira, 9, foi retomado com a apresentação do voto-vista do ministro Admar Gonzaga. Ele acompanhou o entendimento do relator do processo, ministro João Otávio de Noronha. Em fevereiro, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ) tornou Pezão inelegível até 2022. A decisão foi tomada de forma unânime. Porém, Dornelles foi absolvido pela maioria.

Pezão foi condenado por abuso de poder político e econômico por conceder benefícios financeiros a empresas como contrapartida a doações posteriores para a campanha eleitoral de 2014.

O post Tribunal Superior Eleitoral determina cassação de Pezão e Dornelles apareceu primeiro em Notícias.

Governo lança Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe

Por: noticias.cancaonova.com

O Ministério da Saúde antecipou a imunização, este ano, em cerca de 15 dias em relação aos anos anteriores

Da redação, com Ministério da Saúde

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, lança nesta quarta-feira, 10, em Porto Alegre (RS), a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. De acordo com o Ministério da Saúde, a imunização, este ano, foi antecipada em cerca de 15 dias em relação aos anos anteriores, quando a campanha teve início na segunda quinzena de abril.

Nesta primeira fase, entre 10 e 18 de abril, serão priorizadas crianças com idade entre 1 ano e 6 anos, grávidas em qualquer período gestacional e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto). A escolha, segundo o ministério, foi feita por causa da maior vulnerabilidade do grupo às complicações causadas pela influenza.

A partir do dia 22 de abril, a vacinação estará disponível para todo o público-alvo da campanha, incluindo trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade. A mobilização para a vacinação vai até 31 de maio em todo o país.

A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). A definição, de acordo com o ministério, também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente o vírus da gripe. A meta é imunizar pelo menos 90% dos grupos elegíveis para vacinação.

Antecipação no Amazonas

No Amazonas, a vacinação contra a gripe começou no fim de março, com antecipação de 21 dias em relação às demais unidades federativas. A decisão, segundo a pasta, se deu em função da ocorrência de casos e óbitos por influenza desde fevereiro deste ano.

A influenza

A influenza é uma doença sazonal, mais comum no inverno, que causa epidemias anuais, sendo que há anos com maior ou menor intensidade de circulação desse tipo de vírus e, consequentemente, maior ou menor número de casos e mortes.

No Brasil, devido a diferenças climáticas e geográficas, podem ocorrer diferentes intensidades de sazonalidade da influenza e em diferentes períodos nas unidades federadas. No caso específico do Amazonas, a circulação, de acordo com o ministério, segue o período sazonal da doença potencializado pelas chuvas e enchentes e consequente aglomeração de pessoas.

O post Governo lança Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe apareceu primeiro em Notícias.