10 pessoas que entregaram sua vida pelos demais em 2017

Aleteia apresenta as testemunhas da caridade do ano

Quem são as “Madre Teresa de Calcutá” de hoje? Quem são os heróis da caridade e do amor incondicional pelos demais, especialmente pelos mais necessitados?

Neste ano de 2017, assim como nos últimos dois milênios, homens e mulheres das diferentes confissões cristãs doaram sua vida até a morte pelos demais, ou consagraram sua existência a compartilhar o amor de Deus com sua entrega diária aos mais necessitados.

Apresentamos a seguir dez casos de testemunhas da caridade que vivem ou viveram a fundo as palavras de Jesus: “ninguém tem amor maior do que aquele que dá a vida pelos seus amigos” (João 15, 13).

1) Ignacio Echeverría, 

o “herói do skate” dos atentados de Londres

O mundo lembra dele como o “herói do skate”, pois Ignacio Echeverría, de 39 anos, bancário, não hesitou em enfrentar os terroristas no ataque de 3 de junho de 2017, em Londres.

Ele poderia ter seguido seu caminho e fugido como tantas outras pessoas, mas enfrentou e lutou contra um terrorista, salvando assim a vida de várias pessoas que conseguiram escapar naquele momento. Ignacio caiu ferido mortalmente quando outros terroristas chegaram e o esfaquearam pelas costas.

Licenciado em Direito, Ignacio era membro da Ação Católica. Ele tinha deixado a Espanha, sua terra natal, para trabalhar como analista no banco HSBC. Algumas pessoas já pediram à Igreja que avalie a possibilidade de abrir sua causa de beatificação.

2) Gaetano Nicosia,

o “anjo dos leprosos” na China

O padre Gaetano Nicosia, missionário salesiano, chegou a Macau em 1963 para atender cerca de 100 leprosos que tinham se refugiado na ilha de Coloane. Abandonados à própria sorte, a situação dos doentes era dramática, em virtude da terrível falta de higiene, da violência e dos suicídios.

Nascido na Itália em 1915, o sacerdote já falava chinês, pois tinha começado sua obra missionária entre as comunidades chinesas em 1935 em Hong Kong, Macau e na província de Guangdong, de onde foi expulso pelos comunistas em 1950.

Quando o bispo de Macau pediu aos salesianos ajuda para atender os leprosos de Coloane, o padre Nicosia ofereceu-se para ir viver com eles, tal como fizera São Damião de Molokai. De 1963 a 2011, durante 48 anos, ele compartilhou sua vida com os leprosos, transformando totalmente aquele lugar.

Ele conseguir levar à ilha enfermeiros e médicos, implementou uma dieta adequada aos doentes, reformou as casas, fez chegar água potável e luz; montou uma granja, ofereceu formação profissional aos que podiam trabalhar, construiu uma escola e uma igreja.

Em 2011, quando o sacerdote, já muito idoso, deixou essa missão, já não havia mais nenhum doente entre os moradores. O testemunho de vida do salesiano levou a maioria dos membros da comunidade a abraçar a fé cristã. O padre Nicosia faleceu em Hong Kong, no dia 6 de novembro passado, aos 102 anos.

3) Sudha Varghese,

libertadora das “intocáveis” na Índia

Na Índia, ela é conhecida como “Nari Gunjan” (a voz das mulheres). Estamos falando da Irmã Sudha Varghese, religiosa das Irmãs de Notre Dame.

O trabalho desta religiosa permitiu libertar do abusos sexual e de outras formas de violência as Musahar (dalits, ou intocáveis) do Estado de Bihar.

Antes da chegada da religiosa, nos anos 1980, os Musahar eram chamados de “comedores de ratos”: não tinham propriedades e só conseguiam os trabalhos mais duros.

Suas mulheres e crianças com frequência eram vítimas de abusos sexuais. Não podiam frequentar a escola. As meninas eram dadas em casamento aos 10 anos.

A Irmã Sudha Varghese, nascida em 1949 no seio de uma família rica de Kerala, lutou contra esse ciclo perverso, através da criação de uma rede de centros de formação para meninas e jovens Musahar (dalits), muitas delas mães solteiras. Seu trabalho lhe rendeu inúmeras ameaças de morte.

A religiosa, que viveu como uma dalit durante mais de duas décadas, complementou sua obra caritativa com centro educativos para meninos.

Este vídeo publicado por Zinc a apresenta como uma mulher capaz de inspirar a vida de qualquer pessoa:

Clique abaixo para avançar à página 2 e descobrir a extraordinária obra da “Madre Teresa da Birmânia, de Christopher Hartley e de Rafaela Wordacsak, eleitos grandes testemunhas do amor de Deus em 2017.

Aleteia: vida plena com valor

COMPARTILHAR