Como funciona o Sínodo dos Bispos sobre os jovens?

Por: www.portalcatolico.org.br

Sínodo dos Bispos – Foto: Daniel Ibáñez (ACI Prensa)
Vaticano – A XV Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, que está acontecendo de 3 a 28 de outubro no Vaticano, com o tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”, continua com um esquema ‘semelhante’ às duas reuniões sinodais sobre a família, realizadas em 2014 e 2015.
Segundo explicaram em diferentes ocasiões as autoridades da Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos, o modo em que se desenvolve este evento é buscando a colegialidade, ou seja, que os membros que participam do Sínodo contribuam com suas ideias, mas depois, escutem também as outras pessoas e intervenções livres para buscar linhas de ação concretas.
Em concreto, o Sínodo dos Jovens se divide em três fases, que são as três indicadas no Instrumentum laboris: “reconhecer” a Igreja em escuta da realidade”; “interpretar”: fé e discernimento vocacional”; e “escolher” caminhos de conversão pastoral e missionária.
Desse modo, os padres sinodais, sacerdotes, religiosos e representantes leigos – entre os quais estão 36 jovens – apresentam nas congregações gerais as realidades e desafios que os jovens enfrentam de acordo com seus diferentes contextos, não só geográficos, mas também pastorais.
Além das assembleias plenárias, que acontecem na Sala Nova do Sínodo, e das quais o Papa Francisco participa frequentemente, os padres sinodais também se reúnem em pequenos grupos de trabalho, chamados “círculos menores”.
Nesta assembleia sinodal, foram formados 14 grupos de trabalho: dois de língua espanhola, quatro em inglês, três em italiano, três em francês, um em alemão e um em português.
A elaboração do rascunho do documento final do Sínodo dos Jovens será realizado por uma comissão de escrita formada por um grupo de padres sinodais escolhidos pela assembleia.
Esta comissão sintetizará as intervenções na Sala e as conclusões de cada um dos círculos menores por cada um das três áreas temáticas do calendário.
Segundo informou a Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos, o rascunho do texto final será apresentado na Assembleia Plenária na manhã de 27 de outubro, para que, à tarde, os padres sinodais votem sobre este documento.
Em seguida, o documento será entregue ao Pontífice, que decidirá quando e como será publicado tal texto.
Finalmente, cabe recordar a nova Instrução sobre a celebração das assembleias sinodais e sobre a atividade da Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos que entrou em vigor no último dia 1º de outubro. Em tal documento pontifício, explica-se claramente as funções de cada membro que forma o Sínodo.
COMPARTILHAR