“Desafie o Padre”… no futebol! Quem ganhar, reza pelo outro!

Jovens sacerdotes fazem sucesso em Brasília (e no exterior também) com uma surpreendente iniciativa que une fé, esporte e muita simpatia

Uma peculiar e chamativa atividade pastoral está dando o que falar em Brasília: é a iniciativa “Desafie o Padre“, que, em plena praça pública, une evangelização, atividade física saudável e uma boa dose de simpatia.

O desafio aos padres não ocorre em áreas como teologia ou filosofia, mas num campo inusitado: o futebol!

Os desafiados são os jovens padres Luis Fernando Costa, que chegou a ser apelidado de Toni Kroos por causa da semelhança física com o jogador profissional alemão, e Eder Monegat, ambos da Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, na capital brasileira.


Eles chegam a lugares públicos, montam um campinho de grama sintética e vão logo colocando um cartaz provocativo: “Desafie o Padre!”

As pessoas vão se achegando e querem saber que história é essa. Diante da surpresa da maioria, os sacerdotes, em pleno traje clerical, comprovam a sua habilidade esportiva e se colocam à disposição de qualquer um que queira desafiá-los.

Se os padres ganharem, eles vão rezar pelos desafiantes e pelas suas famílias e projetos. Se os desafiantes ganharem, são eles que rezam pelos padres e pela sua missão.

Algumas pessoas, às vezes, chegam a questionar:

“Mas não é quem perde que teria que rezar pelo outro?”

E a resposta já é uma pitada de evangelização:

“Não, porque rezar nunca é uma punição. Rezar é sempre recompensador! Quem reza é vencedor. Mas se aquele que perdeu também quiser rezar, é claro que vai fazer muito bem e vai ter todo o incentivo!”

Se é fácil ganhar dos padres?

Bom… O pe. Luis Fernando, ou “Toni Kroos” para quem assim preferir, é nada menos que campeão do mundo! Isso mesmo: ele faz parte do time que detém o atual título mundial da Clericus Cup, ou Campeonato Mundial Pontifício, uma espécie de “Copa do Mundo de Padres” que é disputada por seminários e colégios sacerdotais em Roma. O torneio, apoiado pelo Vaticano, foi criado em 2007, sob o pontificado de Bento XVI. O pe. Eder não fez parte do atual time campeão, mas, como grande apaixonado pelo futebol, não fica atrás em habilidade.

Resultado? Eles nunca foram derrotados! E isso que o “Desafie o Padre” já foi feito na Itália, na Alemanha, na Polônia e em vários outros lugares mundo afora – onde chamaram tanta atenção que foram convidados a realizar os desafios em estúdios de televisão. Um dos desafiantes brasilienses, ao saber que os padres estão invictos, tratou de se justificar com bom humor: “Mas o técnico deles é bom, né!


Papa Francisco na torcida

Os padres que organizam o desafio já mostraram fotos desta iniciativa ao Papa Francisco, que gostou muito da ideia e lhes deu a sua bênção. Não custa lembrar que o próprio Papa é um grande apreciador de futebol e não esconde a sua torcida pelo San Lorenzo, da Argentina.

Neste último fim de semana, o programa de televisão Globo Esporte veiculou para todo o Brasil uma simpática reportagem sobre os padres brasileiros que estão fazendo essa “dobradinha futebol e fé” na capital federal. Os dois ganharam de novo, mas, como sempre ocorre neste desafio, não houve nenhum perdedor: os desafiados, os desafiantes e até a “plateia” se uniram todos em oração diante da Catedral de Brasília, rezando uns pelos outros e compartilhando instantes de sadia diversão fraterna.

Um golaço!

Você pode assistir ao vídeo com a matéria do Globo Esporte neste link:

ASSISTIR

Aleteia: vida plena com valor

v01_ELETRONORTE_SUPERBANNER_CIRIODENAZARE_728X90PX (1)
COMPARTILHAR