Dom Alberto preside ordenação diaconal em Belém

Há alguns anos, Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano, escolhe a data de sua Ordenação Episcopal, 6 de julho, dia de Santa Maria Goretti, mártir e santa da castidade, para realizar ordenações na Arquidiocese de Belém. Sábado, na Catedral Metropolitana, junto aos seus auxiliares, Dom Irineu Roman e Dom Antônio de Assis Ribeiro, e alguns sacerdotes, o Arcebispo presidiu a ordenação de cinco novos diáconos transitórios que, até o final deste ano, serão ordenados presbíteros.

Familiares, amigos, colegas, seminaristas e sacerdotes ligados à formação dos ordenados os prestigiaram.

Os ordenados são Alan Henrique Campos Silva, Francimar Ferreira Lopes, Leonardo Matias de Carvalho, Paulo Felipe dos Santos e Paulo Victor Dourado de Oliveira.

Eles receberam o primeiro grau da ordem, depois virá o presbiterado. Dom Alberto afirmou que “a ordenação é uma comprovação do chamado de Deus, que  chama quem quer, dá as graças necessárias para as pessoas se dedicarem a Ele. Este ano ordenarei cinco diáconos que serão padres no final do ano. Serão seis sacerdotes que ordenarei até o final deste ano e a nossa Igreja crescerá na força da evangelização, no anúncio da Palavra de Deus, no pastoreio do nosso povo”.

As ordenações, para Dom Alberto, são resposta aos grandes desafios da evangelização na grande Belém: “Pedimos a Deus, continuamente, a graça de operários, pessoas que trabalhem para o serviço do Evangelho”.

A ordenação começou pela apresentação dos candidatos e testemunho do reitor do Seminário São Pio X, cônego Vladian Alves: “Nos sentimos participantes desse momento, sabendo que ajudamos jovens a  percorrer esse caminho. E alegramos-nos ainda mais por saber que esses jovens no presbiterado irão ajudar tantas outras pessoas no caminho de fé e salvação”.

Após a homilia de Dom Alberto, o rito prosseguiu. Finda a Missa, o recém ordenado diácono Paulo Felipe discursou, agradecendo o apoio do Arcebispo, dos familiares, dos amigos e dos reitores dos seminários.

Ordenações Sacerdotais ainda este ano

Os neo diáconos aguardam suas respectivas ordenações sacerdotais, enquanto desempenham funções pastorais em algumas das paróquias da arquidiocese de Belém.

Leonardo Matias, de Belém, atua na Paróquia de São Francisco das Ilhas, em Cotijuba, auxiliando o pároco, padre Joseíldo da Silva. Leonardo será ordenado em 21 de dezembro, na Matriz da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, em Icoaraci.

Alan Henrique, natural de Belém, membro consagrado de Vida da comunidade Maíra onde iniciou seu discernimento vocacional, reside atualmente em Mosqueiro, e ajuda na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Carananduba. Sua ordenação acontecerá em 12 de dezembro, na Basílica Santuário de Nazaré.

Paulo Felipe, de Alagoas, fez toda sua formação em Belém e atualmente auxilia na Paróquia de Santa Rosa de Lima, em Benevides, onde aguarda sua ordenação sacerdotal no dia 8 de dezembro, na Matriz da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, no bairro do mesmo nome.

Francimar Lopes, filho de Rio Sono, no Estado do Tocantins, iniciou sua formação em 2009 no seminário da Arquidiocese de Palmas, onde estudou Filosofia. Ao final do curso, sentiu o chamado de uma experiência mais radical e foi acolhido em Belém. Vem auxiliando a Paróquia de Santa Bárbara, no município homônimo, onde aguarda o segundo grau da ordem no dia 14 de dezembro, sem local definido ainda.

Por fim, Paulo Victor Dourado, de Belém, iniciou seu discernimento com 15 anos, quando ainda era coroinha na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, no conjunto Júlia Seffer, em Ananindeua. Atualmente é responsável pela acolhida de seminaristas do seminário menor, anexo à Paróquia de Nossa Senhora do Bom Remédio, no Satélite. Sua ordenação será em 30 de novembro, na Matriz da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus.

COMPARTILHAR