Escoteiros da Europa darão apoio aos jovens na JMJ

Mil e quinhentos escoteiros, de 11 países europeus, apoiarão os voluntários da JMJ com seu serviço e experiência, em Cracóvia. São franceses, italianos e poloneses, na maioria, mas também com representantes de outros países como Bélgica, Bielorússia, Espanha e Ucrânia.

“Nós viveremos em dois campos: um para as garotas, no Estádio Korona, e outro para os garotos, próximo à Igreja de São Bento. Dormiremos no estilo escoteiro: em barracas. Também iremos construir uma área sanitária. Vamos inaugurar o nosso campo com uma Missa com o Bispo Józef Guzdki, Bispo de Campo do Exército Polonês”, explica Marcin Kuczaj, comandante da tropa de escoteiro de Wroclaw, responsável pela participação dos Escoteiros da Europa na JMJ. Devido à localização do acampamento, os jovens irão ajudar as paróquias de São José, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Redentoristas) e Nossa Senhora da Vitória em Borek Falecki.

Entre as atividades do grupo, está a função de cuidar da organização da Área de Reconciliação, em Lagiewniki e no Parque Jordana, direcionando os sacerdotes e penitentes para os confessionários e ajudando a garantir que haja silêncio e ordem.

Os escoteiros também estão se preparando para participar do Festival da Juventude. Para esta ocasião, eles estão preparando uma apresentação evangelizadora de teatro, com cerca de 150 atores. Com os recursos de luzes, técnicas de sombras e música de fundo tocada por uma orquestra, eles contarão a história da Igreja, baseada nas histórias de vida de São Francisco, São Maximiliano Maria Kolbe e São João Paulo II.

É possível que essas não sejam as únicas tarefas dos Escoteiros da Europa durante a JMJ. “Estamos esperando pela decisão do Comitê Organizador sobre o envolvimento na liderança da animação das catequeses. A animação envolveria, por exemplo, apresentações curtas de teatro. Nós podemos ser necessários como parte do apoio médico, para ajudar com os primeiros-socorros”, diz Izabela Grzywa, uma líder de tropa de Cracóvia, responsável pela distribuição dos serviços durante os Atos Centrais.

Mesmo estando focados na preparação logística para servir durante a JMJ, os escoteiros não esquecem a sua formação espiritual. Todo mês eles conhecem mais a fundo um santo, exploram a sua vida. “O programa foi formado pelo nosso pastor nacional, o padre Piotr Zamaria”, explica Izabela e acrescenta: “Além de conhecer os santos, temos nossas próprias meditações de escoteiros sobre vários temas”.

Os Escoteiros da Europa

É um movimento educacional de jovens e crianças baseado na pedagogia de R. Baden-Powell, difundido por J. Sevina sobre a ideia do bom trabalho como um serviço cristão. Permite o desenvolvimento pessoal em cinco áreas: saúde e bem-estar físico, senso prático, formação de caráter, senso de serviço e vida de fé. O movimento, atuante em 20 países da Europa, associa organizações católicas, ortodoxas e protestantes. Na Polônia, os Escoteiros da Europa cooperam com outras organizações de escotismo, participando de iniciativas e serviços em muitos eventos.

Por Canção Nova, com krakow2016.com

Notícias Católicas

v01_ELETRONORTE_SUPERBANNER_CIRIODENAZARE_728X90PX (1)
COMPARTILHAR