Funchal: Bispo convida cristãos a levar Natal até junto de quem mais sofre

Funchal, Madeira, 25 dez 2017 (Ecclesia) –  O bispo do Funchal dirigiu uma mensagem de Natal aos católicos da diocese, aos quais pede uma “generosa atenção a todos” num tempo marcado por várias tradições nas comunidades locais.

“Fazei nascer e brilhar uma nova Estrela de Belém no coração de quem vive em situações de abandono e solidão, de quem perdeu a esperança e a alegria de viver. Que o Amor de Jesus Menino, traduzido na generosidade e na entrega de nós mesmos, seja o mais belo postal de Boas Festas natalícias. Seja Ele, também, a melhor prenda deste Natal”, apela D. António Carrilho, numa intervenção enviada à Agência ECCLESIA.

O responsável fala nos gestos de “de solidariedade e de ternura” que se multiplicam “para com os mais pobres e abandonados, os doentes, os idosos, os desempregados e todos os que sofrem em geral”.

A mensagem recorda, por outro lado, os vários “sinais do Natal”, como os presépios e as “lapinhas madeirenses”, a música e o canto, as iluminações e outros enfeites.

“Como Bispo desta Diocese, convido-vos a contemplar no presépio, preparado nas famílias e noutras instituições, nas ruas, nas igrejas e capelas, o inefável amor de Deus, que chegou até nós pelos caminhos da humildade e da simplicidade”, refere D. António Carrilho.

O prelado deixa votos de Santo Natal aos diocesanos, aos emigrantes e aos turistas que por estes dias visitam o arquipélago, elogiando as tradições religiosas e culturais do povo madeirense, “que vive a ‘Festa’” com a ternura da infância, cantando e celebrando o Menino de Belém”.

A Diocese do Funchal divulgou ainda uma videomensagem de Natal de D. António Carrilho, através das redes sociais.

OC

Agencia Ecclesia

v01_ELETRONORTE_SUPERBANNER_CIRIODENAZARE_728X90PX (1)
COMPARTILHAR