Igreja/Estado: Sacerdote de Paris recebeu a «mais alta» condecoração honorífica francesa

Cidade do Vaticano, 03 jan 2017 (Ecclesia) – O padre Jean-Robert-Armogathe, sacerdote da Diocese de Paris (França), é agora oficial da Ordem Nacional da Legião de Honra que distingue méritos eminentes militares ou civis à nação francesa.

O presidente francês, Emmanuel Macron, homenageou o padre Jean-Robert-Armogathe, nas tradicionais distinções de 1 de janeiro, com mais 365 personalidades.

O sacerdote da Diocese de Paris é agora oficial da Ordem Nacional da Legião de Honra, a “mais alta” condecoração honorífica que o Estado francês atribui por “méritos eminentes militares ou civis” realizados à nação francesa.

O padre Jean-Robert-Armogathe é diretor de Estudos para a História das Ideias Religiosas e Científicas na Europa moderna na École pratique des hautes études, onde, por exemplo, o falecido bispo do Porto, D. António Francisco dos Santos (1948-2017), licenciou-se em Filosofia.

O teólogo e historiador é um dos fundadores da edição francófona da revista católica internacional ‘Communio’, que também é editada em Portugal, e autor de vários estudos especializados.

O padre Jean-Robert-Armogathe nasceu em Marselha, em 1947, e formou na École Normal Supérieure, onde foi também capelão entre 1981 e 2017.

A Ordem Nacional da Legião de Honra francesa foi instituída por Napoleão Bonaparte para recompensar “méritos militares ou civis à nação”, a 20 de maio de 1802.

CB

Agencia Ecclesia

COMPARTILHAR