Igreja/Media: Internet e redes sociais são desafios no anúncio do Evangelho

Múrcia, Espanha, 07 jun 2017 (Ecclesia) – Os bispos ibéricos que coordenam o setor das comunicações sociais nas respetivas conferências episcopais apontaram a uma maior presença da Igreja Católica nas plataformas digitais e nas redes sociais, durante um encontro de trabalho que se concluiu hoje.

Em declarações à Agência ECCLESIA, o presidente da Comissão Episcopal Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais de Portugal disse que atualmente a imagem “é a linguagem mais facilmente percetível” para os jovens “e para todos, mas claramente para jovens”.

“Naturalmente, tem de ser aprofundada mas é um primeiro modo de chamar a atenção das pessoas e falar daquilo que temos para transmitir”, afirmou D. Pio Alves.

Já o bispo responsável pela Comissão Episcopal de Meios de Comunicação Social de Espanha realçou que hoje “é fundamental” a imagem que “impacta, emociona”.

“A imagem leva ao Evangelho, este é o estilo do Senhor, quando falava por parábolas, que afinal são imagens”, observou D. Ginés García Beltrán, bispo de Guadix.

As Comissões Episcopais debateram, desde segunda-feira, o tema ‘A imagem para mostrar a identidade da Igreja’, num encontro que terminou esta manhã em Múrcia.

“A Igreja sempre atribuiu uma importância grande à imagem ao longo dos séculos, concretamente, a ornamentação das igrejas, o património integrado e móvel”, exemplificou D. Pio Alves, bispo auxiliar do Porto.

 “O encontro ajudou a aprofundar a ideia da importância dos novos suportes de comunicação, sem perdoar o que são os recursos tradicionais, habituais, mas claramente insistiu-se na ideia que não basta estar lá. Faz falta estar lá com qualidade”, acrescentou.

Segundo o presidente da Comissão Episcopal Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais, os participantes aperceberam-se também “das limitações e vantagens” que os novos recursos colocam à disposição da Igreja Católica para a missão que todos têm de “evangelizar”.

O presidente da Comisión Episcopal de Medios de Comunicación Social de Espanha sublinhou, por sua vez, que a missão da Igreja Católica “é anunciar o Evangelho” e que este tem de ser “compreendido por todos os homens e mulheres”.

“Temos de andar pelas ruas, pelas praças onde caminham os homens do nosso e estas são as redes sociais, o novo meio de comunicação. Como Igreja em Portugal e Espanha queremos assumir esse repto”, desenvolveu.

D. Ginés García Beltrán também realçou a importância dos responsáveis das duas comissões se encontrarem anualmente, um “sinal de fraternidade, de comunhão”.

Para D. Pio Alves o primeiro contributo destes encontros, “que não é facilmente detetável”, é o da qualidade do relacionamento entre as comissões que “pode e tem ajudado a consolidar relações” entre pessoas e conhecimento dos dois países que “são próximos nas suas problemáticas e, por isso, também podem ser próximos ao aprofundar respostas”.

PR/CB/OC

Agencia Ecclesia

v01_ELETRONORTE_SUPERBANNER_CIRIODENAZARE_728X90PX (1)
COMPARTILHAR