LITRO DE LUZ ILUMINARÁ MAIS UMA COMUNIDADE RIBEIRINHA NA AMAZÔNIA

Por: pt.aleteia.org

Por: revistaamazonia.com.br

A célula de Manaus do Litro de Luz, por meio de um recurso recebido via edital da instituição BrazilFoundation, alcançará e iluminará a comunidade ribeirinha de Nova Aliança, próxima ao município de Novo Airão, na região metropolitana de Manaus. A organização não-governamental Justiça & Misericórdia Amazon (JMA) – parceira da ação anterior – também irá possibilitar a realização colaborando com o suporte na logística.

A ação acontecerá de 7 a 9 dezembro e cerca de 20 voluntários irão construir junto com a comunidade 10 postes e 19 lampiões, que impactarão diretamente na rotina de agricultura e qualidade de vida dos moradores, resolvendo o problema  do curto período de acesso a iluminação que possuem.

Nova Aliança é uma comunidade-sede que dispõe de uma escola e um posto de saúde que atendem seus moradores e os das demais comunidades vizinhas. Atualmente possui 19 famílias e, por não fazer parte de um sistema de rede elétrica, a comunidade tem apenas um gerador a diesel que funciona das 18h às 21h.

Sobre os parceiros

A BrazilFoundation, por meio de uma rede global de apoiadores, lança parcerias e editais que mobilizam recursos para fomentar ideias e ações que transformam o Brasil. Também parceira dessa ação, a Justiça e Misericórdia Amazon (JMA) atua educando, equipando e encorajando as populações tradicionais da Amazônia por meio de ensinos bíblicos.

Sobre o Litro de Luz:

 

No Brasil desde 2014, o Litro de Luz desenvolve soluções ecológicas e economicamente sustentáveis para combater a falta de iluminação nas cinco regiões do país, tendo impactado diretamente mais de sete mil pessoas.  Foi por meio de uma solução acessível, criada pelo brasileiro Alfredo Moser, em 2002 – que usou garrafas pet abastecidas com água e alvejante para solucionar o problema da falta de luz dentro de casa –, que o movimento global Liter of Light foi criado nas Filipinas, em 2011. Atualmente, a organização está presente em mais de 21 países e já impactou a vida de milhões de pessoas, além de ter recebido importantes premiações como o World Habitat Awards 2015, da ONU, e o Zayed Energy Prize, considerado o prêmio NOBEL de Energia Sustentável. 

 

COMPARTILHAR