Natal: Bispo de Beja alerta para sociedade «baseada no dinheiro e no ter, no ser e no gozar»

Beja, 20 dez 2017 (Ecclesia) – O bispo de Beja convida a diocese a celebrar o Natal de 2017 “abrindo o coração à esperança da segunda vinda de Cristo” que “salva do pecado e da morte” onde “tantas vezes” se procura “em vão a felicidade”.

“[Jesus] Fonte de Salvação para todos os homens soberbos, avarentos e luxuriosos, para aqueles que são escravos da ira, da comida e da bebida em excesso, para os que teimam em pedir a felicidade à inveja e à preguiça, e também ao trabalho visto e praticado apenas como fonte de lucro”, escreve D. João Marcos.

Na mensagem de Natal enviada hoje à Agência ECCLESIA, o bispo de Beja realça que a sociedade “tão baseada no dinheiro e no ter, no ser e no gozar” foi salva por Jesus de Nazaré.

“Ele é realmente o Salvador para aqueles que O acolhem, para os que Lhe dão lugar, ainda que seja na cripta da sua vida”, acrescenta.

Segundo D. João Marcos a expressão “vamos a Belém” hoje pode ser traduzida em frequentar a Eucaristia dominical, em caminhar como Igreja, “como Povo de Deus”, em rezar em família como igreja doméstica, “como cristãos salvos do pecado e a caminho da Terra Prometida”.

O bispo de Beja convida a celebrar o Natal de 2017 “abrindo o coração à esperança da segunda vinda de Cristo”, a receber o perdão no sacramento da Reconciliação para cada um poder “perdoar e amar os irmãos”.

“Convido-vos, finalmente, a festejar, a celebrar o nascimento de Jesus participando na Eucaristia, com toda a vossa família”, conclui D. João Marcos com votos que todos recebam de Jesus “a graça de um Ano Bom” em 2018.

CB/

Agencia Ecclesia

v01_ELETRONORTE_SUPERBANNER_CIRIODENAZARE_728X90PX (1)
COMPARTILHAR