Natal: Papa apela à libertação das pessoas sequestradas

Cidade do Vaticano, 24 dez 2017 (Ecclesia) – O Papa Francisco apelou hoje à libertação das pessoas sequestradas, como um gesto de boa vontade na celebração do Natal, e rezou pela paz no mundo, num encontro com peregrinos na Praça de São Pedro.

“Renovo o meu apelo para que, por ocasião do Santo Natal, as pessoas sequestradas – sacerdotes, religiosos, religiosas e fiéis leigos – sejam libertadas e possam regressar às suas casas”, disse, desde a janela do apartamento pontifício, após a recitação da oração do ângelus.

A poucas horas de presidir à ‘Missa do Galo’, na Basílica de São Pedro, Francisco falou na “expectativa orante” pelo nascimento de Jesus, “príncipe da paz”.

“Invoquemos o dom da paz para todo o mundo, especialmente para as populações que mais sofrem por causa dos conflitos em curso”, apelou.

O Papa convidou a preparar a celebração do nascimento de Jesus com um momento de “silêncio e oração” diante do presépio, “para adorar no coração o mistério do verdadeiro Natal”.

“Jesus aproxima-se de nós com amor, humildade e ternura”, acrescentou.

Francisco recordou as vítimas da tempestade tropical que atingiu a ilha filipina de Mindanao, provocando centenas de mortos.

“Que Deus misericordioso acolha as almas dos defuntos e conforte os que sobrem com esta calamidade”, declarou, antes de pedir um momento de oração, em silêncio, com todos os que estavam reunidos na Praça de São Pedro.

O Papa despediu-se dos peregrinos e visitantes com votos de “bom domingo e bom Natal”.

OC

Agencia Ecclesia

COMPARTILHAR