Romaria Fluvial

A benção aos participantes da Romaria FluvialLogo ao chegar, da Romaria Rodoviária, a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré, foi  conduzida por Dom Alberto Taveira, ao altar, onde antes houve uma missa preparatória celebrada, pelo Bispo Auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman, por volta das 7h.  Dom Alberto Taveira, em seguida abençoou os romeiros com a imagem peregrina e seguiu para o embarque na corveta  Garnier Sampaio, da Marinha do Brasil, no Trapiche de Icoaraci, para início do Círio Fluvial.

Milhares de fiéis ocupavam toda a orla de Icoaraci, aos lados do trapiche, para ver a saída da procissão.

Na baía do Guajará, em manhã de sábado ensolarado, acompanhavam o Círio Fluvial, centenas de embarcações, canoas e jet skis, enfeitados com bandeiras coloridas, balões e faixas com mensagens alusivas, homenageando Nossa senhora de Nazaré. Enquanto isso, a bordo do Garnier Sampaio, a imagem peregrina em uma cúpula de vidro, seguia recebendo homenagens durante toda a procissão, o que emocionava cada vez mais todos os que estavam na embarcação, e os que assistiam da orla do Rio Pará e os que estavam navegando nos 18 quilômetros de procissão, entre o trapiche de Icoaraci e a Escadinha do Cais do Porto, na Praça Pedro Teixeira.

Fotos: Igor Mota, Secom

v01_ELETRONORTE_SUPERBANNER_CIRIODENAZARE_728X90PX (1)
COMPARTILHAR