Vaticano: Presidente turco ligou ao Papa para falar sobre Jerusalém

Cidade do Vaticano, 29 dez 2017 (Ecclesia) – O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, telefonou hoje ao Papa para manifestar-lhe a sua preocupação sobre o estatuto de Jerusalém, informou a agência estatal Anadolu, sediada em Ancara.

A vice-diretora da sala de imprensa da Santa Sé, Paloma Ovejero, confirmou a conversa telefónica, “por iniciativa do presidente turco”.

Erdogan contestou, em particular, a decisão do presidente dos EUA de reconhecer Jerusalém como capital de Israel, transferindo para a cidade a embaixada norte-americana.

O presidente turco admitiu recentemente a possibilidade de se deslocar ao Vaticano para debater a questão.

Na tradicional intervenção de 25 de dezembro, que antecede a bênção solene ‘urbi et orbi’ [à cidade (de Roma) e ao mundo], O apapá deixou votos de que Israel e Palestina retomem o diálogo e cheguem “a uma solução negociada que permita a coexistência pacífica de dois Estados dentro de fronteiras mutuamente acordadas e internacionalmente reconhecidas”.

A 10 de dezembro, o Papa apelou à “prudência” e ao diálogo para travar a violência no Médio Oriente, na sequência dos confrontos que surgiram após reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel, por parte dos EUA.

“Ao manifestar a sua dor pelos confrontos que nos últimos dias provocaram vítimas, o Santo Padre renova o seu apelo à sabedoria e à prudência de todos e eleva orações para que os responsáveis das nações, neste momento de particular gravidade, se empenhem em evitar uma nova espiral de violência”, referiu um comunicado divulgado pela sala de imprensa da Santa Sé.

OC

Agencia Ecclesia

v01_ELETRONORTE_SUPERBANNER_CIRIODENAZARE_728X90PX (1)
COMPARTILHAR