Vida Consagrada: Salesianos chegaram a Portugal há 125 anos

Atualmente têm seis escolas no continente, uma na ilha da Madeira e uma em Cabo-Verde, na ilha de S. Vicente 

DR – Comunidade Salesiana de Braga, 1895

Lisboa, 08 nov 2019 (Ecclesia) – Os Salesianos assinalam hoje os 125 anos da sua chegada a Portugal, quando se fixaram em Braga, para educar crianças e jovens à maneira do fundador São João Bosco. 

“Foi no dia 8 de novembro de 1894, que chegaram a Portugal os primeiros Salesianos para a direção do Colégio de S. Caetano de Braga”, refere uma nota de imprensa enviada à Agência ECCLESIA.

O referido colégio “acolhia e educava gratuitamente” crianças e jovens, “na sua maioria órfãos e abandonados”, recebia três jovens salesianos o padre. Pedro Cogliolo, de 28 ano, o padre Ângelo Bergamini, de 30 anos e o clérigo José Galli, com apenas 17 anos.

A instituição, fundada em 1791 pelo Arcebispo Primaz D. Frei Caetano Brandão, acolhia e educava gratuitamente crianças e jovens, na sua maioria órfãos e abandonados, admitindo um pequeno número de alunos pensionistas.

Os salesianos deixaram a direção do Colégio em janeiro de 1911, após a instauração da República em Portugal, mas foram “numerosos os alunos que seguiram a vocação religiosa, quer no clero diocesano quer na congregação salesiana”.

Atualmente a Província Portuguesa da Sociedade Salesiana é composta por 10 presenças e a Sede Provincial, salesianos são 61 sacerdotes, dois diáconos, 12 clérigos, 18 leigos; no seu conjunto contam com seis escolas no continente, uma na ilha da Madeira e uma em Cabo-Verde, na ilha de S. Vicente, frequentadas por mais de 9300 alunos. 

Nesta efeméride o responsável pela obra salesiana em Portugal, padre José Aníbal Mendonça, de 52 anos, nomeado superior da Província Portuguesa da Sociedade Salesiana há dois anos, afirma que o “seu desejo é que os jovens que necessitam de um pai possam encontrar em cada salesiano o sinal do amor de Deus Pai,  diz no vídeo produzido para o Boletim Salesiano.

SN

Partilhar:

Por: www.agencia.ecclesia.pt

COMPARTILHAR